[Delphi] Conhecendo o componente Query

[Delphi] Conhecendo o componente Query

Olá, leitores! Como participo de fóruns sobre programação, tenho notado que muitos desenvolvedores tem algumas dúvidas relacionadas ao componente Query do Delphi. Este componente, de extrema utilidade, dispõe de recursos para inserir, atualizar, excluir registros e selecionar dados de uma tabela. O foco deste artigo é apresentar os conceitos básicos e as principais funcionalidades do componente Query, bem como algumas dicas para tirar proveito deste componente.

 

“Query”, em inglês, significa pergunta, questão ou dúvida. Nos conceitos de programação, quando executamos algum comando no banco de dados, esperamos que ele retorne os resultados desejados. Portanto, um comando SQL pode ser comparado a uma “questão” direcionada ao banco de dados, que por sua vez, fica responsável de retornar com a resposta. O componente Query tem exatamente essa função: submeter comandos SQL ao banco de dados e obter o retorno. Não vou entrar em detalhes sobre a linguagem SQL, pressupondo que você, desenvolvedor, já tenha uma noção dos comandos para manipulação de dados.


Aonde eu encontro o componente Query?

O componente Query herda as propriedades da classe TDataSet. O que eu quero dizer é que não existe apenas um tipo de componente Query, ou seja, depende de qual conjunto de componentes que você está utilizando para conectar com o banco de dados.
• Se você estiver utilizando dbExpress, o nome do componente é TSQLQuery;
• No conjunto ADO (dbGo), o componente é o TADOQuery;
• Caso esteja utilizando o ZeosLib, o componente em questão é o TZQuery;
• Nos componentes IBX, o nome é IBQuery.

Como disse anteriormente, estes componentes herdam da mesma classe, portanto, os comandos são praticamente semelhantes, salvo algumas exceções.


Configurando um componente Query
Em primeiro lugar, para configurar uma Query é preciso definir a sua conexão. Isso pode ser feito através da propriedade Connection ou SQLConnection do componente, disponível no Object Inspector do Delphi. 

Propriedade Connection do componente Query no Delphi

Após essa configuração, já podemos escrever a instrução SQL que será executada no banco de dados. Vale lembrar que o foco deste artigo trata a atribuição de comandos via código, e não de modo gráfico. Portanto, em breve também vou postar um pequeno tutorial de como utilizar a Query como fonte de dados e exibir os registros em uma DBGrid.

 


–> Executando um comando SELECT dentro de uma Query

Vamos começar a estudar o componente Query trazendo dados de uma tabela. Como exemplo, vou utilizar uma tabela chamada CLIENTES de um banco de dados qualquer, mas nada impede que você faça os mesmos exemplos com outra tabela ou outro banco de dados. As instruções que vamos executar no banco de dados devem ser escritas na propriedade SQL da Query. Nada mais óbvio, rsrs. Pois bem, vamos ao nosso primeiro exemplo, lembrando que estou utilizando o nome Query1 para generalizar os componentes Query em comum. O primeiro passo é atribuir o comando SQL à Query:

Query1.SQL.Text := 'Select * from CLIENTES where Codigo = 10';

 

E em seguida, abrí-la com o comando Open:

Query1.Open;

 

Simples, não?
Ok, já que agora eu selecionei o cliente nº 10 no banco de dados, como podemos obter os dados dele utilizando as funções da Query? Não existe segredo, basta utilizar o método FieldByName:

ShowMessage('Nome....:' + Query1.FieldByName('Nome').AsString);
ShowMessage('Idade...:' + Query1.FieldByName('Idade').AsString);
ShowMessage('Endereço:' + Query1.FieldByName('Nome').AsString);

 

Mas temos um problema.
Vamos supor que eu queira utilizar uma função SQL para agregação de dados, como MAX, MIN, SUM, AVG ou COUNT. Por exemplo, se executarmos a SQL:

SELECT COUNT(*) FROM CLIENTES WHERE UF = 'SP'

 

Os dados serão retornados, mas a coluna não terá nenhum nome. Sendo assim, não será possível acessar essa informação pelo FieldByName da Query. Bom, para este problema temos duas soluções. A primeira é renomear a coluna com o resultado da agregação na própria SQL:

Query1.SQL.Text := 'Select COUNT(*) as Contador from CLIENTES where UF = 'SP'';
Query1.Open;
ShowMessage(Query1.FieldByName('Contador').AsString);

 

A segunda opção é utilizar outra propriedade da Query, chamada Fields. Essa propriedade enumera os campos retornados em ordem crescente, permitindo que o desenvolvedor acesse os dados através da posição do campo na Query:

Query1.SQL.Text := 'Select COUNT(*) from CLIENTES where UF = 'SP'';
Query1.Open;
ShowMessage(Query1.Fields[0].AsString);

 

Neste caso, o campo número zero é a quantidade de clientes retornada pela Query. Da mesma forma, posso acessar qualquer campo da Query através da posição que ele se encontra:

ShowMessage('Nome....:' + Query1.Fields[0].AsString);
ShowMessage('Idade...:' + Query1.Fields[1].AsString);
ShowMessage('Endereço:' + Query1.Fields[2].AsString);

 

Porém, ao se utilizar o Fields, o desenvolvedor pode se perder em meio a tantos campos retornados. Por exemplo, se a consulta retornou 15 campos, como o desenvolvedor irá saber que o campo Telefone é o de número 7? Pensando assim, eu recomendo utilizar o FieldByName e referenciar os campos pelo próprio nome. Além de facilitar a manutenção, o código-fonte fica mais legível.

 


–> Consultando vários registros com a Query

No exemplo acima retornamos apenas um resultado, isto é, o cliente número 10. A nossa necessidade agora é trazer todos os clientes da tabela e preencher uma ListBox com o nome de cada um. É possível programar isso com a Query?
Yes! Para isso, vamos mudar um pouco a nossa instrução SQL:

Query1.SQL.Text := 'Select * from Clientes';
Query1.Open;

 

Pronto, agora selecionei todos os registros da tabela Clientes. Para que eu possa preencher uma ListBox com os nomes, será necessário executar um loop (laço de repetição) nos resultados da Query.

Observe como é bem simples. A instrução abaixo move o cursor da Query para o primeiro registro:

Query1.First;

 

Em seguida, escrevemos o loop:

While not (Query1.Eof) do

 

O loop acima assume que enquanto a Query não chegar até o último registro (EofEnd of File), ele será executado. Dessa forma, poderemos obter o nome de cada cliente e adicionar na ListBox com o código abaixo:

ListBox1.Items.Add(Query1.FieldByName('Nome').AsString);

 

Por fim, porém o mais importante, temos que mover o cursor da Query para o próximo registro:

Query1.Next;

 

E depois que o loop for finalizado, fechar a Query:

Query1.Close;

 

O nosso código final ficará da seguinte forma:

Query1.SQL.Text := 'Select * from Clientes';
Query1.Open;
Query1.First;
While not (Query1.Eof) do
begin
  ListBox1.Items.Add(Query1.FieldByName('Nome').AsString);
  Query1.Next;
end;
Query1.Close;

 

Aproveitando o embalo, tome nota das seguinte funções da Query:
First – move o cursor para o primeiro registro
Last – move o cursor para o último registro
Prior – move o cursor para o registro anterior
Next – move o cursor para o próximo registro

 


–> Manipulando dados com a Query

Até agora vimos como utilizar a Query com um comando SELECT no banco de dados. No entanto, ela pode fazer mais do que isso! Sim, podemos inserir, atualizar e excluir registros utilizando a mesma propriedade, a SQL! A única diferença é que, ao invés do comando Open, utiliza-se o comando ExecSQL. Vamos aplicar isso de uma forma prática:

Query1.SQL.Text := 'Insert into Clientes (Codigo, Nome) Values (15, ''Andre'')';
Query1.ExecSQL;

 

Pronto, nosso novo registro foi incluído! Embora seja bem simples, náo podemos descartar a possibilidade de ocorrer algum erro na execução da instrução SQL. Caso algum dado esteja inconsistente, a instrução não será realizada com sucesso. Para prevenir essa possibilidade, nada melhor do que envolver as instruções da Query dentro de um tratamento de exceções:

Query1.SQL.Text := 'Insert into Clientes (Codigo, Nome) Values (15, ''Andre'')';
try
  Query1.ExecSQL;
except
  On E:Exception do
    ShowMessage('Ocorreu um erro ao incluir o cliente: ' + E.Message);
end;

 

Aliás, o tratamento de exceções nunca deixou de ser uma ótima prática de programação. Antes de ir embora, quero apenas ressaltar uma observação que às vezes confunde alguns desenvolvedores:
• Para comandos SELECT, utilize o comando Open da Query.
• Para comandos INSERT, UPDATE e DELETE, utilize o comando ExecSQL.

 

Fico por aqui, leitores!
Aguarde pelo próximo artigo sobre Query, onde comentarei sobre a passagem de parâmetros!
Abraços!


 

Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

44 comentários

  1. otima explicação, cmo sempre em suas explicações nos foruns, como diz um refrão de uma música ah se todos fossem igual a você que maravilha viver rssss

  2. Sou desenvolvedor java e por necessidade de mercado de onde vivo tenho que me conceitualizar com o delphi , gostaria de saber se com o IBQuery eu consigo preparar consultas ? ou somente o UpdateSql conseguirei prepara, grato !

    1. Olá Vinícius, tudo certo?
      Vinícius, o set de componentes IBX é bastante poderoso pra trabalhar com SQL. Para realizar manutenções no banco de dados (INSERT, UPDATE, DELETE) você pode utilizar a IBQuery, enquanto pra obter um conjunto de dados (SELECT), pode-se utilizar o IBDataset ou IBTable.
      Boa sorte no seu trabalho!

  3. Olá, estou indo para uma empresa que exige o conhecimento na parte de Query, o artigo está ótimo e servirá muito para eu aprender! Parabéns, Obrigado!

  4. Boa tarde André. Li seu artigo sobre Query e achei muito interessante. Deixe-me perguntar: Ja faz dias que estou brigando aqui com uma QUERY/DELPHI e não saio do lugar. Veja se pode me ajudar:
    Tenho uma grid vinculada a uma QUERY. Tenho também varios CHECKBOXLIT, onde posso ativar varios ao mesmo tempo. Por exemplo: Tenho um CHECKLISTBOX onde o usuario pode escolher varias tipos de despesas e outro com varios fornecedores diferentes. O que eu gostaria de fazer é mostrar nessa grid o resultado do que o usuario escolher, ou seja:
    se ele escolher duas, tres ou quatro despesesas diferentes, deverá ser mostrada na grid..e se na sequencia ele optar por um, dois ou mais fornecedores do checklistobox FORNECEDORES, serão mostrados.
    Resuminto..Tem como fazer consulta da consulta usando uma query?
    desde já agradeço a atenção.

    Obrigado

    Robson

    1. Boa tarde, Robson! Em primeiro lugar, obrigado pelo comentário. Pra ficar mais fácil, vou entrar em contato com você por e-mail para que possamos conversar melhor, ok? Abraço!

  5. Olá André, Queria saber como faço para colocar um select dentro de um loop? por aqui da erro no “open”.
    Outra coisa também, como esvaziar Query para que no próximo laço de repetição o parâmetro seja criado novamente?
    Desde já obrigado.

  6. Ola André, muito bom seu post esta sendo de grande aprendizado pra mim. Já trocamos alguns e-mail, meu sistema esta caminhando, você esta sendo de grande ajuda, grande abraço.

  7. Olá André, muito bom seu post, excelente explicação, ajudou bastante na minha luta com o query hehehehehe, mas eu ainda tenho uma dúvida, talvez você possa me ajudar. O problema é o seguinte, eu tenho uma query com alguns campos, e esses são passados para uma Virtual table, até ai beleza, o problema que agora eu preciso fazer um join em outra tabela, e eu preciso que esse campo apareça na query, porém quando eu faço o join e adiciono o campo quando a aplicação inicia ele me retorna um erro dizendo que o campo não existe, se eu retiro o campo do componente a virtual table fica com o campo em questão sem valor … se você puder me dar um dica de como resolvo isso, ficaria muito grato.

  8. Boa tarde André, parabéns pela postagem. Tenho uma dúvida: para linkar os campos de um formulário com os fields é melhor fazer a atribuição usando o fieldByName ou no próprio componente na propriedade DataField? Já ouvi comentários sobre o “poder” do FieldByName…

    Atenciosamente…

    1. Olá, Diego! Ótima pergunta!
      A questão da utilização de componentes DBWare (ligados pela propriedade DataField) e componentes padrão, muitas vezes, é uma preferência de cada desenvolvedor. Alguns desenvolvedores preferem utilizar componentes DBWare por estes já trazerem as regras de preenchimento da tabela, como o tipo de dado e o tamanho. Outros desenvolvedores optam pelos componentes padrão e utilizam o FieldByName para preencher os dados, resultando em um número ligeiramente maior de linhas de código, porém, concedendo mais “flexibilidade” para o desenvolvedor. Ao utilizar componentes padrão, o desenvolvedor pode abrir uma transação, executar um Append no DataSet, atribuir todos os valores (como o FieldByName), executar um Post e comitar a transação, tudo em um mesmo método. Isso pode ser mais adequado ao trabalhar com padrões de arquitetura ou caso o desenvolvedor queira separar a persistência dos dados em uma classe exclusiva.

      De qualquer forma, volto a dizer: cada desenvolvedor tem suas particularidades. O importante é a produtividade!
      Abraço!

  9. Boa Noite André, parabéns pela postagem. Vejo que e bastante atencioso como pessoal que posta comentário s e perguntas, parabéns pois poucos tem essa paciência. Bom gostaria também de pedir a você uma ajuda eu fiquei muito tempo sem desenvolver, fiquei parado 15 anos, agora vejo a nescidade de voltar a programar, lembro que eu fazia todo o tipo de acesso ao banco via Query so que não me lembro mais como se faz isso como se usa uma Query1 nos botoes incluir, editar gravar? pode me mandar um pequeno exemplo? uso delphi XE e firebird. Desde já agradeço. Deus te abencoe.

  10. Ótima postagem, muito obrigado pelas informações!!! Sou desenvolvedor PHP e estou fazendo algo em Delphi no momento e me ajudou bastante este artigo.

    Agradeço. Abraços!!

  11. podrias mandarme un ejemplo de como insertar/modificar/eliminar
    usuarios de una tabla utilizando TQuery IBExpert porfaaaaa lo necesito no le entiendo bien a delphi mi lenguaje preferido es java soy total mente nuevo en delphi 🙁

    1. Hello, DAMR!
      Unfortunately, I don’t speak Spanish (although I really would like to).
      Perhaps we can use English to communicate, in case you’re familiar with this language.
      Anyways, thank you for visiting and commenting on the blog!

  12. Parabéns pelo seu post, André! Suas explicações são bastante claras e objetivas. Se for possível, gostaria que você me ajudasse na identificação de um componente TQuery que implemente a função IIF, que foi originalmente implementado pela Microsoft desde o tempo do FoxPro.
    Desde já agradeço a cooperação.
    Um grande abraço e Suce$$o!
    Vandinei

    1. Olá, Vandinei! Obrigado pelo comentário e pelo feedback!
      Valdinei, infelizmente a função IIF não está disponível no Delphi, mas há uma função semelhante, chamada IfThen. Confira a documentação dessa função nos links abaixo:

      http://docwiki.embarcadero.com/Libraries/XE6/en/System.StrUtils.IfThen
      http://delphi.about.com/library/rtl/blrtlIfThen.htm

      Se você deseja utilizar essa função em um componente TQuery, sugiro que crie um componente personalizado, de forma que você possa adicionar suas próprias funções.

      Abraço!

  13. Então amigo programador, passo o comando sql para dentro do ADOQUERY, porém o comando tem um erro de “Truncate String”, o problema é que na linha EXECSQL, não gera uma exceção no Try Except, ou seja, não aparece o erro na tela e o usuário pensa q gravou, mas na verdade não gravou… vc sabe como tratar isso ? desde já agradeço…

    1. Olá, Tiago, tudo bem?
      Rapaz, para ser sincero, não sabia que erros no ExecSQL da ADOQuery não eram capturados no fluxo do except. É bom saber!
      Tiago, a função ExecSQL fornece um retorno que é a quantidade de linhas que foram afetadas pela instrução SQL. Portanto, podemos assumir que, caso a quantidade de linhas afetadas seja igual a 0 (zero), significa que houve um erro na execução do comando:
      if ADOQuery1.ExecSQL = 0 then
      ShowMessage('Erro na instrução SQL.');

      Talvez a sugestão acima possa lhe ajudar!
      Abraço!

  14. André, parabéns e muito obrigado por me elucidar com estes dois artigos sobre Query.
    Sou um “rastejante” no Delphi gostaria de pedir uma ajuda no que se refere ao usar “Query.Pior” e o “Query.Last”: quando execute uma destas rotinas o meu sistema apresenta um erro: “Operation not allowed on a unidirectional dataset”.
    Em compensação os comandos “Query.First” e “Query.Next” funcionam. Saberia me dizer o que pode ser?

    1. Olá, Diogo, tudo bem?
      Em primeiro lugar, agradeço pelo feedback sobre os artigos!
      Diogo, conforme a documentação da Embarcadero, a Query é um tipo de DataSet unidirecional, ou seja, não armazena múltiplos registros em memória, impossibilitando a navegação com Prior e Last. Para navegar normalmente entre os registros de uma Query, é necessário conectá-la a um TDataSetProvider e, em seguida, conectar este TDataSetProvider em um TClientDataSet. A partir de então, basta utilizar o ClientDataSet para realizar as navegações necessárias.

      Abraço!

  15. Oi, André! Primeiro quero te dar os parabéns pelos artigos. São realmente de grande importância para nós leigos. Gostaria de pedir ajuda com um DBNavigator de um programinha simples que estou fazendo no Lazarus. Consigo conectar, aparece os registros, mas quando chega no applyUpdate, dá um erro:”EDataBaseError” no meu Data Module. Já tentei de tudo! Será que dá pra dar uma força???

  16. Bom dia. Se possível, poderia me dar uma ajuda? Tenho a seguinte consulta:

    procedure TFrmPrincipal.SelecionaPonto;
    begin
      if DBLookupFunc.KeyValue < = 0 then
      begin
        ShowMessage('Selecione um funcionário!');
        Exit;
      end;
    
      with DM.FDQueryPonto do
      begin
        try
          Close;
          SQL.Clear;
          SQL.Add('SELECT * FROM ponto WHERE DATAPONTO_PON BETWEEN '
                  + ( QuotedStr(FormatDateTime('yyyy-mm-dd', DtpDataInicial.Date)) )
                  + ' AND '
                  + ( QuotedStr(FormatDateTime('yyyy-mm-dd', DtpDataFinal.Date)) )
                  + ' AND CODIGOFUN_PON = '
                  + IntToStr(DBLookupFunc.KeyValue) );
          Open;
          //ShowMessage(SQL.Text);
        except on E: Exception do
          ShowMessage(E.ClassName + #13#10 +
                      'Problemas no Select Consulta Ponto,' + #13#10 + E.Message);
        end;
      end;
    end;

    E no campo da tabela: TIPOMARCACAO_PON pode ser NORMAL ou FALTA. Gostaria de aproveitar esta consulta e já contar o total de faltas de um funcionário. Tentei de várias formas e não consegui, será que você poderia dar uma ajuda?
    Tentei criar uma outra consulta para contar as faltas, mas não deu certo, dá ACCESS VIOLATION, creio que por causa do ponto já estar sendo selecionado anteriormente.

    Desde já obrigado pela atenção.

    1. Olá, Adilson, tudo certo?
      Você tem 2 opções:
      1) Como a contagem de registros é uma função agregada, é necessário utilizar outra Query para essa finalidade, utilizado o comando COUNT.
      2) Após abrir a FDQueryPonto, conte a quantidade de registros usando o comando RecordCount:

      nQtdeFaltas := DM.FDQueryPonto.RecordCount;

      Abraço!

  17. Olá bom dia

    Sou iniciante no delphi, estou fazendo sistema basico de cadastro e consulta de ideias implantadas na empresa
    ‘to travado’ na tela de relatórios tentei de varias formas e não consegui, segue exemplo.

    Uma tabela em acess com nome de IDEIAS, nela contem os campos DATA_IMPLANTACAO, STATUS e USINA,
    a ideia era definir o intervalo do DATA_IMPLANTACAO por dois DateTimePicker, e o status e usina definidos por duas Edit’s, ai vem o grande problema, são 3 critérios de busca, queria que; caso um não fosse definido pelo usuário ou não encontrasse no banco, retornasse o resultado dos 2 demais critérios,

    desde já agradeço a atenção.

    1. Olá, Elielson, tudo bem?
      Acredito que a sua necessidade está relacionada com a forma de trabalhar com parâmetros na Query.
      Acesse este link para ler um artigo aqui mesmo do blog sobre esse assunto.
      Com estes parâmetros, você pode definir a consulta SQL na aplicação conforme as entradas válidas do usuário, ou seja, pelas datas de implantação ou pelo status e usina. Caso as datas estejam preenchidas, executa uma consulta utilizando a coluna DATA_IMPLANTACAO como critério de busca. Por outro lado, caso o status e usina estejam preenchidos, execute a consulta considerando os campos STATUS e USINA.

      Abraço!

  18. Olá Bom dia.

    Tenho um sistema de terceiros rodando em um cliente, e o cliente usa grade. só que a impressão de etiquetas em grande não esta funcionando nos sistema, dai tenho que rodar um script SQL no banco para gerar as etiquetas e dai o cliente imprimir. Gostaria de fazer uma aplicação em Delphi onde o cliente entraria com o numero da NF-e e executaria o script sql gerando as etiquetas.
    Só que não consegui agregar o script sql ao delphi e gostaria da sua ajuda, pois sou iniciante…
    Obrigado

  19. Olá, André.

    Sou um usuário apaixonado pelo Delphi e iniciante com ferramentas de banco de dados. Gostaria de lhe parabenizar pela sua didática simples e muito rica na introdução ao uso de Query. Eu tinha muita dificuldade em entender os comandos em SQL e agora com o uso no Delphi ficou mais clara e fiquei entusiasmado em empregar estes recursos em minha aplicações que cada vez mais exigem o uso de ferramentas de banco de dados. Parabéns pela sua explicação e vou lhe solicitar outras dicas mais a frente no desenvolvimento de minhas aplicações.

    Um abraço.

    Júlio Bitencourt

    1. Olá, Júlio! Peço desculpas pela demora.
      Gostei bastante do seu comentário! Fico muito grato ao saber que os artigos estão lhe ajudando e agradeço também pelo feedback!
      Aos poucos, você observará que é bem fácil trabalhar com bancos de dados no Delphi. Os componentes para essa finalidade já possuem uma inteligência para criar queries e manipular registros.
      Coloco-me à disposição para ajudá-lo no que for necessário.

      Grande abraço, Júlio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha o campo abaixo * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.