Filas e mais filas!

Filas e mais filas!Saindo um pouco da rotina, aliás, entrando mais no cotidiano brasileiro, elaborei esse artigo para comentar sobre um fenômeno que definitivamente consegue esgotar a minha paciência: a tal da fila! Se você também passa um bom tempo em filas e fica ansioso para que ela ande pelo menos 1 centímetro, então temos algo em comum!

Eu acho que tenho um distúrbio e vou batizá-lo de “Fila-Fobia”. É um problema que se desenvolve em pessoas que não suportam enfrentar filas por muito tempo. E quando a fila empaca, o distúrbio se agrava, causando outras pertubações ao sujeito, como stress e impaciência.
Curioso? Bom, então vou relatar brevemente o cotidiano de um dia comum de trabalho.

Eu acordava de manhã e passava na padaria para tomar um cafézinho quente para começar o dia. Na hora de pagar, talvez por causa do horário, sempre tem 5 ou 6 pessoas na frente. Portanto, logo de manhã, fila. Com receio de me atrasar, desisti de ir na padaria e passei a tomar café em casa mesmo.

No caminho pro trabalho, fila no trânsito! O pior é que, antes de entrar na fila, eu fico um bom tempo parado na saída da rua esperando uma boa alma fazer um sinal para que eu possa entrar na avenida. Quando isso não acontece, a solução é ficar “ameaçando” entrar na avenida, jogando o carro cada vez mais pra frente. Apesar de ser arriscado, alguns motoristas entendem a mensagem, enquanto outros (a maioria) buzinam até estourar o tímpano.
Ao chegar no trabalho, fila pra entrar no elevador. Mas isso eu logo resolvi. Nas últimas semanas, decidi abandonar o elevador e enfrentar a escada pra subir os três andares. Ah, e pra descer também, todos os dias. A vantagem é que a minha saúde agradece, rsrs.

Na hora do almoço, morrendo de fome, vou direto para um restaurante que tenha self-service. Adivinhe? Fila! É uma tortura ficar sentindo o cheiro dos pratos enquanto a fila não anda.
Depois de almoçar, já que sobra um tempinho, procuro ir no centro para adiantar alguns compromissos. O que eu enfrento novamente no trânsito? Fila!
No caminho, algumas vezes, passo no banco para fazer algum depósito, saque ou retirar um extrato da conta no caixa eletrônico. O que eu vejo ao chegar lá? Fila! Às vezes aproveito a viagem e enfrento mais uma fila na lotérica pra pagar algum boleto.

Hora de voltar pro trabalho: fila no trânsito. De tanto esperar, decidi instalar um sonzinho no carro para pelo menos disfarçar a impaciência e tratar e “Fila-Fobia”. Até que foi uma solução paliativa, mas nem sempre funciona.
Fim de expediente: opa, hora de voltar pra casa! Porém, é o momento também de enfrentar a hora do rush! Afinal, todo mundo quer voltar pra casa, não é? Resultado: fila! E não adianta buzinar pra tentar agilizar a fila. Buzina infelizmente não faz nenhum carro se transformar em Pégasus.

Antes de chegar em casa, preciso passar no supermercado para comprar algo para jantar. É um momento de alívio: andar pelos corredores e escolher os produtos com calma, sem fila alguma! Mas é aí que eu me engano. Ao chegar no caixa rápido, nesse horário, me deparo com a maior fila do dia, haha. Sério, houve dias em que eu desisti da fila, devolvi os produtos nas prateleiras e fui embora.

Bom, finalmente chego em casa! Ainda bem que eu não enfrento mais uma fila para usar o meu próprio notebook.
Começo a pensar que, com o advento da tecnologia, talvez as filas começassem a ficar menores, já que muitas pessoas passariam a utilizar a internet para fazer compras e realizar pagamentos. Bom, na verdade, eu ainda espero que essa seja uma tendência.
Por outro lado, a tecnologia nem sempre traz esse tipo de vantagem. Se a fila do supermercado estiver grande e o sistema do caixa travar, aí que ela não anda mesmo. Portanto, desenvolvedores, pelo bem da humanidade, procure desenvolver um software com um bom desempenho e confiabilidade!

A fila é um elemento tão influente que existe até dentro do conceito de programação. Quem conhece Estrutura de Dados sabe do que eu estou falando, rsrs.
E para fechar: uma vez precisei falar com um atendente online da universidade onde curso a pós-graduação. Quando entrei no site e acessei a área de atendimento, recebi a mensagem:
“Todos os atendentes estão ocupados. Você é o 16º na fila“.
O quê? Fila na internet? Pronto, aí a “Fila-Fobia” ficou aguda.

É fila em todo lugar, a qualquer hora. Esperar a fila andar é uma prova de paciência de nível Hard. Na praça de alimentação do shopping então, nem se fala. Muitas vezes eu faço alguma ligação para me distrair enquanto a fila anda, mas só funciona quando alguém atende. Bater o pé, respirar fundo, trocar de posição e olhar para o teto? Só se funcionar para os outros, pois, para mim, não faz efeito algum, haha.

Enquanto isso, ainda continuo tentando descobrir uma forma efetiva de curar minha “Fila-Fobia”.
Mascar chiclete?
Baixar um jogo no celular?
Ler um livro?
Bom, estou aceitando sugestões, haha.

Boa sorte nas filas, pessoal!
Até a próxima!


Compartilhe!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha o campo abaixo * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.