O código legadoSe você é programador, provavelmente já se deparou com o código-fonte de um sistema antigo que você mesmo desenvolveu e pensou: “Caramba, que código feio! Hoje eu faria bem melhor!”, não é? Bom, isso é natural. Na mesma proporção que adquirimos mais experiência em programação, também começamos a utilizar conceitos, práticas e técnicas mais eficientes no código-fonte. Mas e aquele código antigo, é abandonado?

Continue lendo