A importância dos requisitos não-funcionaisComo já sabemos, desenvolver um software não é uma tarefa trivial, já que, além da habilidade em programação, também é necessário compreender a regra de negócio do cliente. Durante o desenvolvimento, o nosso maior objetivo obviamente é satisfazer as necessidades pelas quais o sistema foi concebido. Mas será que só isso é importante?

Continue lendo

Cuidado, não deixe o ERP perder a funcionalidade!Desde que as empresas começaram a investir em tecnologia, tornou-se fundamental possuir um sistema informatizado capaz de integrar todo o plano corporativo de uma organização. É muito comum encontrar sistemas para funções específicas, como gestão de contabilidade, recursos humanos, fiscalização, estoque e emissão de notas fiscais. Assim, até alguns anos atrás, uma empresa precisava instalar vários softwares para controlar todo o complexo operacional e administrativo. Essa dispersão de aplicativos foi solucionada com o desenvolvimento de um tipo de software capaz de integrar a maioria (ou todos) os departamentos da empresa em um único ambiente. Tal software, hoje muito importante para as empresas, recebeu o nome de ERPEnterprise Resource Planning. No Brasil, esse software ficou conhecido como “Sistema Integrado de Gestão Empresarial“, embora muitas empresas ainda optem por utilizar o termo inglês “ERP”.
Continue lendo

TI Verde x Data CentersTenho certeza que todos conhecem ou ao menos já ouviram falar em Green IT, ou TI Verde, como é conhecido no Brasil. Esse termo nasceu da necessidade de evitar que a tecnologia causasse problemas ambientais, bem como usá-la de forma racional para que não deprecie o meio ambiente. Seguindo a mesma diretriz da Responsabilidade Social, o TI Verde se tornou um fator de muitas discussões em empresas ao redor do mundo.

Continue lendo

Por quê os bancos investem em tecnologia?Banco do Brasil, Bradesco, Unibanco, HSBC, Itaú, Santander e Caixa Econômica Federal. Todos os bancos no Brasil possuem um website com um portal de acesso às contas bancárias, conhecido como Internet Banking ou e-banking. Mas qual a vantagem disso? Bem, neste caso temos vantagens para os dois lados.

Para o cliente do banco, a possibilidade de ver o saldo e outros dados da conta bancária sem sair de casa se tornou algo seguro e fácil. Essa diretriz já foi abordada há muito tempo no comércio eletrônico, onde a compra de um item pode ser feita sem sair da frente do computador. Em cidades grandes, onde os roubos ocorrem geralmente aos redores de bancos, as pessoas decidiram deixar de frequentar as agências e passaram a fazer transações comuns pela Internet. Convenhamos também o fato de que, ao sair de casa para ir ao banco, normalmente as pessoas gastam com transporte e geram outras despesas adicionais durante o percurso, além da demora até chegar ao local.
Continue lendo

Tudo começou com o avanço dos recursos de mapas online. Depois de desenvolverem o Google Maps, a Google apresentou o Street View – um serviço que permite o internauta “andar” pelas ruas de uma cidade através do navegador, como se ele realmente estivesse no local. A novidade foi divulgada nos Estados Unidos, e logo se expandiu pelas cidades da Europa, Japão e recentemente, na América do Sul. No Brasil, o Street View já está disponível nas principais capitais, e aos poucos novas cidades serão adicionadas.
Continue lendo