Requirements

Software Requirements

A crueldade de um software lento
05/10/2015

A crueldade de um software lento

Olá, caros leitores! Acredito que todos vocês, pelo menos alguma vez, já se irritaram com um software lento em algum estabelecimento. O que pode passar despercebido é que, além da irritação, a lentidão pode causar outros impactos, até mesmo na sociedade! O papo de hoje, portanto, é sobre desempenho, um dos requisitos não-funcionais de uma aplicação. Acompanhe!

Continue reading...
Engenharia de Valor: o perigo do subjetivo e implícito
21/09/2015

Engenharia de Valor: o perigo do subjetivo e implícito

Olá, leitores, como estão? Em alguns artigos, sobre Desenvolvimento Ágil em especial, faço breves menções sobre Engenharia de Valor para apontar a importância de funcionalidades em um projeto. O objetivo do artigo de hoje é apresentar a definição básica desse conceito e dois aspectos que podem prejudicar o seu propósito. Vamos lá!

Continue reading...
Prevenção, correção, evolução e adaptação
19/08/2013

Prevenção, correção, evolução e adaptação

Realizar manutenções no software é uma atividade comum no ciclo de vida de desenvolvimento. Ao contrário do que muitos usuários julgam, a manutenção não se resume somente na correção de bugs que o software apresenta. A atividade de manutenção, em sua totalidade, se divide em quatro vertentes que serão abordadas neste artigo: prevenção, correção, evolução e adaptação.

Continue reading...
Requisitos inversos
05/08/2013

Requisitos inversos: o oposto dos funcionais

Alô, leitores! Há algum tempo, publiquei um artigo sobre a importância dos requisitos não-funcionais no desenvolvimento de um software e também comentei brevemente sobre os requisitos funcionais. Além destas duas categorias de requisitos, existe também uma vertente conhecida como requisitos inversos. Já ouviram falar?

Continue reading...
A importância dos requisitos não-funcionais
21/01/2013

Requisitos não-funcionais e a sua importância

Como já sabemos, desenvolver um software não é uma tarefa trivial, já que, além da habilidade em programação, também é necessário compreender a regra de negócio do cliente. Durante o desenvolvimento, o nosso maior objetivo obviamente é satisfazer as necessidades pelas quais o sistema foi concebido. Mas será que só isso é importante?

Continue reading...
André Celestino