Princípios de um código bonitoOlá, leitores, tudo bem?
Já parou para pensar que programação é uma arte? Sim, somos artistas, e devemos nos preocupar com a “beleza” do nosso trabalho, já que será contemplado por outras pessoas. No nosso caso, ainda há uma diferença: além da beleza, codificamos funcionalidades para atender expectativas. Isso nos torna mais do que artistas!

Continue lendo

Magic Numbers, String Literals e Concatenação CompostaOlá, leitores, tudo certo?
Já ouviram falar em “mágica” na programação? Embora seja um termo que nos lembre algo positivo, na realidade, é um equívoco que desenvolvedores cometem no código, principalmente quando o projeto é colaborativo. A ideia desse artigo é detalhar um pouco mais sobre esse conceito e, claro, apresentar sugestões para evitá-los!

Continue lendo

CODEsign: Faça duas vezes!E aí, pessoal, tudo certo?
Há algumas semanas, compartilhei um dos artigos do blog no grupo Clean Code Alliance do LinkedIn e recebi alguns comentários na publicação. Um dos membros, chamado Max Kleiner, mencionou uma técnica bem bacana que pode colaborar com a escrita de código limpo. Trata-se do CODEsign. Leia o artigo e conheça as propostas dessa técnica!

Continue lendo

Clean Code e Desenvolvimento Ágil são controversos?Assunto polêmico, hein?
Bom, pessoal, sempre abordei os dois temas mencionados no título deste artigo. O primeiro preza pela objetividade, expressividade e legibilidade do código, com base em refatorações contínuas e implementação de testes. O segundo contempla uma série de metodologias para aumentar a velocidade na entrega de funcionalidades. Dado o propósito de cada um, é correto afirmar que, se valorizarmos mais um deles, o outro será negligenciado?

Continue lendo