[Delphi] Integração com o Bitbucket

Integração do Delphi com BitBucket

Boa noite, leitores!
Em breve retomo a série de artigos sobre Design Patterns. Aguentem firme!
O artigo de hoje é um pequeno tutorial sobre como integrar o Delphi com o Bitbucket. Como há muitos desenvolvedores criando repositórios nesse serviço, é muito útil que eles saibam que, com o Delphi, não é necessário instalar ferramentas de terceiros para trabalhar com esse controle de versão.

 

Quando eu comecei a trabalhar com o Bitbucket, há cerca de três anos, utilizava o SourceTree para processar a sincronização de arquivos. Porém, não consegui me identificar com a ferramenta por conta de algumas preferências pessoais. Em pouco tempo migrei para o SmartGit que, diga-se de passagem, é excelente.
O que passou despercebido por nós, talvez, é a integração do RAD Studio com o Git desde a versão XE7. Com essa integração, é possível realizar operações de push, commit, pull e clean através da IDE do Delphi sem a necessidade da instalação de ferramentas externas. Por conta desse benefício, decidi elaborar um passo a passo bem objetivo, com imagens, de como configurar o ambiente para trabalhar com o Bitbucket.

 

1) Baixar o Git
O primeiro passo é acessar o link abaixo e baixar a versão mais recente do Git:
https://git-scm.com/download/win

 

2) Configurar o caminho da variável “core.askpass”
Como utilizaremos o Delphi para clonar um repositório através de um endereço HTTPS, é necessário configurar o caminho da variável “core.askpass”, relacionada ao uso de credenciais. Para isso, abra uma janela de prompt do DOS e digite a seguinte instrução:

git config --global core.askpass "C:\Program Files\Git\mingw64\libexec\git-core\git-gui--askpass

 

3) Definir o caminho do Git e as credenciais nas opções do Delphi
Acesse o menu Tools > Options e navegue até a opção Version Control > Git. No painel à direita, informe o caminho do Git no campo “Git Executable” e também as credenciais no campo “User identification data”.

Configuração do Git e credenciais nas opções do Delphi

 

4) Copiar o endereço HTTPS do repositório
No Bitbucket, copie o endereço localizado na parte superior do repositório, como na imagem abaixo.

Endereço HTTPS do repositório no Bitbucket

 

5) Clonar o repositório no Delphi
Acesse o menu File > Open From Version Control e selecione “Git” na caixa suspensa. Na próxima janela, informe o endereço copiado no campo “Source” e o diretório local de destino no campo “Destination”:

Janela para cópia do repositório do Bitbucket

 

6) Preencher as credenciais
Por questões de segurança, antes de clonar o repositório, o Git solicita as credenciais do Bitbucket, mas, atenção: o User name é o que vem antes do “@bitbucket.org”, ao invés endereço de e-mail como alguns imaginam.

Preenchimento das credenciais para clonar o repositório

 

Se todos os passos foram seguidos corretamente, a janela abaixo será exibida, informando que o repositório foi “clonado” com sucesso:

Informação de repositório copiado com sucesso

 

A partir de agora, utilize o menu de contexto do Project Manager para realizar as operações do controle de versão.

Menu de contexto para acessar as ações do Git

 

Bem fácil, não é?
Vale lembrar que a IDE também tem integrações com Mercurial e Subversion, caso você os utilize!
Fico por aqui! Grande abraço!


 

5 comentários

  1. Bom dia!
    “Em breve retomo a série de artigos sobre Design Patterns. Aguentem firme!”
    Eu visitei o blog justamente para perguntar sobre a série de padrões de projetos hehehhe
    Você já se precaveu contra minha indagação.
    Desenvolvedor e Analista devem possuir bola de cristal kkkk uso obrigatório.
    Abraço!

    1. Hahaha, isso aí, Elton!
      Peço desculpas por ter interrompido a série sobre Design Patterns, mas eu precisava muito publicar alguns recursos do Delphi. 🙂
      Mesmo assim, volto em breve com o Iterator!

      Abraço!

  2. Você já trabalha em equipe com o GIT atualmente? Como lida com arquivos dfm quando estes foram alterados por mais de um desenvolvedor ao mesmo tempo? Resolve o merge ou conhece alguma alternativa para bloqueio?

    1. Olá, Paulo Ricardo. Ótima pergunta!
      Atualmente nós resolvemos os conflitos de DFM através de merges. Entendo que não é uma tarefa fácil, mas, quando há dois ou mais desenvolvedores trabalhando no mesmo formulário, acredito que não há outra opção.
      Para evitar isso, nós geralmente alocamos os desenvolvedores em diferentes “seções” da mesma funcionalidade. Por exemplo, um desenvolvedor fica responsável pela parte visual do formulário (View), enquanto outro desenvolvedor assume os controladores (Controllers), e um terceiro desenvolvedor codifica as classes e consultas no banco de dados (Model). Dessa forma conseguimos reduzir bastante a quantidade de conflitos ao integrar os fontes.

      Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *