Agile

Agile Methodologies, as Scrum, XP and SAFe.

12 características do SAFe (Scaled Agile Framework)

Olá, pessoal! No artigo passado, sobre ROAM, fiz breves menções sobre o SAFe. Você o conhece ou já ouviu falar? O framework Scaled Agile Framework (SAFe) foi uma proposta criada por Dean Leffingwell com o objetivo de expandir o Desenvolvimento Ágil a nível organizacional e, diga-se de passagem, a proposta deu certo! Acompanhe o artigo para conhecer algumas das características deste framework.

30/11/2015
More

Do you really ROAM?

Hello, leitores! Sim, o título deste artigo é em inglês mesmo! O motivo é que o acrônimo ROAM pode ser usado como verbo no contexto de classificação e gestão de riscos durante uma Sprint ou um incremento de programa (Program Increment). Acompanhe o artigo para conhecer cada letra do acrônimo dessa ótima ferramenta do SAFe!

3 formas de lidar com emergências na Sprint

Hello! Tudo certo, leitores? Diferente dos artigos anteriores sobre Desenvolvimento Ágil, essa publicação será um pouco mais pragmática, envolvendo um cenário comum em equipes de desenvolvimento: as emergências! Considere que, durante a Sprint, várias demandas emergenciais (erros impeditivos) começam a surgir e exigem prioridade na equipe. Como proceder? Confira, neste artigo, 3 possíveis formas para lidar com essa situação.

29/06/2015
More

Escalabilidade e sustentabilidade em um ambiente corporativo

Olá, pessoal! Recentemente acompanhei uma discussão no LinkedIn que trazia o seguinte enunciado: “Como sabemos se uma empresa é escalável e sustentável?”. Apesar de interessante, poucas respostas foram postadas e os membros não chegaram a um consenso unânime. Diante dessa dúvida, decidi elaborar um artigo com a minha perspectiva sobre o assunto e, talvez, contribuir com a base de conhecimento de profissionais ágeis. Acompanhe-me!

Item investigativo no Backlog

Saudações, leitores! Quando um erro em produção é reportado para uma equipe ágil, qual providência deve ser tomada para corrigi-lo? Pois bem, o artigo de hoje é relacionado com os incidentes que eventualmente surgem no software, ou melhor, com a recorrência desses incidentes. Saiba como um item investigativo pode ajudar nessas situações!

20/04/2015
More

Scrum: The Meet After

Às vezes fico intrigado com a forma como alguns profissionais empregam as diretrizes das metodologias ágeis. Existem equipes que tomam a metodologia como base e criam novas versões dessas práticas, fugindo da originalidade das recomendações. As cerimônias do Scrum são um exemplo. Muitos realizam reuniões diárias (Daily Scrums) que duram mais de 15 minutos. Por que não aderir ao Meet After?

06/04/2015
More
André Celestino